PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

O Sindicato dos Jornalistas do DF disponibiliza atendimento jurídico aos aposentados e jornalistas sindicalizados e em dia. O setor está apto a atender a categoria e tratar de problemas que envolvam a relação empregatícia.

O jornalista poderá conversar diretamente com o Advogado que lhe prestará imediata assessoria sobre o seu caso. No caso de jornalistas não sindicalizados, eles só poderão usufruir do serviço jurídico para uma única consulta, mediante agendamento. A propositura de qualquer ação será feita somente para jornalistas sindicalizados em dia com suas obrigações sindicais. 

Os jornalistas licenciados deverão reativar sua sindicalização para ter acesso a todos os benefícios oferecidos pelo serviço jurídico do Sindicato. Caso haja alguma pendência com a entidade na hora da reativação, está deverá ser quitada. 

Os jornalistas sindicalizados que estejam desempregados terão acesso a todos os serviços jurídicos do Sindicato, desde que comunique a situação de desemprego à entidade, apresentando junto cópia da rescisão de contrato de trabalho ou anotação em Carteira de Trabalho. No ato do comunicado, caso exista alguma pendência com o Sindicato, esta deverá ser sanada. 

Horário de atendimento

Nas segundas e sextas-feiras, o horário de atendimento é de 9h às 13. Nas quartas-feiras, o atendimento será na parte da tarde (de 14h às 18h). Caso haja necessidade, o jornalista pode requerer outro horário, desde que agende antecipadamente o atendimento junto a Secretaria do Sindicato por telefone: 61- 3343-2251. As dúvidas sobre o setor ou sobre relação empregatícia também podem ser enviadas para o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

Serviços oferecidos

O escritório Antonio Rodrigo Machado Advogados Associados é o responsável pela assessoria juridica do SJPDF. Ele oferece assistência jurídica gratuita aos associados em dia, aposentados e desempregados em ações exclusivamente da área trabalhista.

O escritório também prestará assessoria jurídica à categoria em outras áreas do Direito. Neste caso, será cobrado dos jornalistas a depender da complexidade da demanda, os seguintes valores:

a)     1 a 3 salários mínimos, a título de pró-labore;

b)     1 a 3 salários mínimos, casos a ação englobe pedido liminar, como em ações de Mandado de Segurança, a título de êxito no pedido;e

c)     1 a 3 salários mínimos, ao final da demanda, ou 20% em caso de êxito financeiro;

 

Levantamento da CPI do Senado coloca em xeque o argumento de déficit da Previdência. https://t.co/pd2X67ws2c https://t.co/FAWca2W9Rn
7hreplyretweetfavorite
Já pensou receber ofertas de chocolate toda vez que está triste? Não parece distante, não é? #SeusDadosSãoVocê
10hreplyretweetfavorite

Receber notícias

Acesse o Site