PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

Carteira Internacional de jornalista é um documento de identificação profissional, expedido pela Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) que, no Brasil, autoriza sua emissão pela FENAJ, Federação Nacional a ela filiada.

A solicitação da Carteira Internacional deve ser feita nos Sindicatos de Jornalistas filiados à FENAJ. Para obtê-la, por exigência da FIJ, o jornalista precisa ser sindicalizado. São exigidos para a emissão: preenchimento do formulário de solicitação (fornecido pelos Sindicatos); cópia da Carteira Nacional de jornalista na validade, e duas fotos 3×4. Ainda para a renovação é necessário anexar cópias da carteira anterior ou o original da antiga.

A carteira internacional é o documento de identificação do jornalista no exterior. O titular da cédula internacional tem benefícios – desconto ou gratuidade – no ingresso de cinema, museus, espetáculos etc, que variam de país para país. Outra finalidade importante do documento é facilitar o acesso às entidades sindicais filiadas à FIJ e a eventos profissionais. Dessa forma, fica mais fácil encaminhar solução de problemas que possam surgir quando o jornalista está em atividade profissional em outro país.

Custo

Após 12 anos sem reajustes, a Carteira Nacional de Jornalista e a Carteira Internacional de Jornalista tiveram seus valores reajustados pela Federação Nacional dos Jornalistas - Fenaj. Os reajustes levam em conta a situação financeira da Federação, que também sofre com os impactos da reforma trabalhistas que atacou diretamente o financiamento das entidades sindicais com o fim da obrigatoriedade do imposto sindical.

Os reajustes passam a valer a partir de 18/4/2019. A Carteira Nacional teve reajuste de 17,65% e a Carteira Internacional de 10%. A inflação entre 2007 e 2019 chegou a mais de 97% (INPC). 

O novo valor para a obtenção da carteira da FIJ é de € 55,00.