campanha sindicalizacao 2021

PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

Em março deste ano, a diretoria do SJPDF instituiu a Comissão da Memória e Verdade dos Jornalistas do DF. O objetivo é apurar casos de violações de direitos humanos praticados contra jornalistas na capital do país durante a ditadura militar.
A Comissão é formada pelos jornalistas Hélio Doyle, Armando Rollemberg, Evandro Fonseca Paranaguá, Moacyr de Oliveira Filho, Chico Sant´Anna, Jarbas Silva Marques e Sônia Carneiro.

Ela já colheu depoimentos de oito jornalistas de Brasília e ainda pretende entrevistar mais quatro profissionais. As declarações desses jornalistas servirão de base para o relatório que a Comissão deverá elaborar e entregar à Comissão da Verdade, Memória e Justiça dos Jornalistas Brasileiros, da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) – que atua em parceria com a Comissão Nacional da Verdade do governo federal.

As entrevistas são gravadas em vídeo e têm o objetivo de recuperar a história dos jornalistas que foram mortos, perseguidos, ameaçados, condenados, presos, torturados ou exilados durante o regime de exceção.

Segundo Armando Rollemberg, integrante da Comissão, os depoimentos colhidos até agora reconheceram que ocorreram torturas e prisões intimidatórias de jornalistas de Brasília. “A partir dos relatos, conseguimos concluir um forte indício de que a tortura era realizada dentro das dependências do Exército e da Marinha”, afirma.

Entre os depoimentos que já foram recolhidos pela Comissão estão os dos jornalistas: Hélio Doyle, Armando Rollemberg, Moacyr de Oliveira (Moa), Luiz Humberto Martins Pereira, Carlos Alberto Almeida (Beto Almeida), Antonio Carlos Scartezzini, Rubem de Azevedo Lima, Evandro Paranaguá e Luiz Cláudio de Moraes Pinheiro. A Comissão ainda ouvirá os jornalistas Luiz Gutemberg, Cláudio Coletti, Jarbas Silva Marques e o repórter fotográfico Toninho Pinheiro.

Relatório Final

Após terminar de ouvir as declarações, os integrantes vão elaborar o relatório final. Para isso, será necessária a decupagem de todo o material que será anexada ao documento. Em breve, os integrantes devem realizar uma reunião para definir a estrutura do documento, mas alertam que ainda não existe um prazo para o término dos trabalhos.

Todas as matérias da Editoria Interno

Receber notícias

Agradecemos o apoio, deputada! https://t.co/tR0I4pGOeH
4hreplyretweetfavorite
RT @cris_charao: Contra a mesquinhez e patifaria dos patrões donos de jornais e revistas, os trabalhadores cruzam os braços. #jornalistasva
4hreplyretweetfavorite

Acesse o Site