campanha sindicalizacao 2021

Notícias
Publicado em Sexta, 10 Março 2017 11:52
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do DF convida a categoria para participar de assembleia na próxima segunda-feira, 13/3, às 19h, na sede da entidade (SIG Quadra 2, lotes 420/430/440, Ed. City Offices Jornalista Carlos Castello Branco). A assembleia tem o objetivo de discutir e aprovar a pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2017, cuja a data-base é 1º abril. Neste ano, a negociação salarial tratará das cláusulas econômicas (reajuste, piso salarial, participação nos resultados, abono, auxílio-alimentação, auxílio-creche, seguro de vida e contribuição assistencial). Cada sindicato, o laboral e o patronal, também poderá indicar três cláusulas sociais para serem negociadas.

A diretoria do SJPDF chama a atenção para a importância da participação dos jornalistas no processo, visto que nos dois últimos anos a categoria enfrentou uma negociação longa e difícil em que os patrões trabalharam com reajustes abaixo da inflação e sugeriram retirada de direitos. Somadas as perdas de 2015 (1,42%) com as de 2016 (2,91%), os jornalistas tiveram um prejuízo de 4,33% no reajuste salarial – principal item de negociação da categoria.

Outro problema encontrado nas negociações dos dois últimos foi o número de meses que se estendeu o processo. No ano passado, por exemplo, foram 9 meses de negociação. A diretoria do SJPDF acredita que quanto mais realista for a proposta mais rápida será a negociação. “A tática utilizada nos últimos anos pelos patrões é de muita pressão junto à categoria. O sindicato patronal trouxe propostas muito ruins que não ajudaram em nada que o processo tivesse um bom andamento. A estratégia de cansar os jornalistas tem sido repetida ano após ano”, afirma Wanderlei Pozzembom, coordenador-geral do SJPDF.

Na avaliação da direção do SJPDF, esta será mais uma negociação difícil que exigirá participação e mobilização dos jornalistas. “A participação da categoria nesse processo é importante para que consigamos fechar uma pauta que atenda aos interesses dos jornalistas e também demonstrar aos patrões que estamos organizados e mobilizados. Isso fortalece o processo de negociação e pode nos ajudar a fechar a negociação num período mais curto. ”, afirma Renata Maffezoli, coordenadora-geral do SJPDF. 

Negociação de 2016

O ano passado foi o segundo ano consecutivo que a categoria aprovou fechamento da Convenção Coletiva sem reposição inflacionária. As negociações da Convenção Coletiva de Trabalho dos Jornalistas 2016/2017 perduraram por nove meses e foram marcadas pela insistência dos patrões em fazer ofertas muito ruins de reajustes nas cláusulas econômicas. Os empresários também não avançaram nos acordos das reivindicações sociais da categoria. A justificativa dos patrões para a falta de acordos foi novamente o a situação econômica do país e, especificamente, do setor de comunicação. 

Receber notícias

Próxima assembleia: 04/07 (2ªf.), a partir das 20h! Para participar, envie email para sjpdf2020@gmail.com Vamos a… https://t.co/umfNcns6y4
(em todas as faixas, o valor será proporcional aos meses trabalhados entre 1/4/21 e 31/3/22; para cada mês,1/12 do… https://t.co/EbiJIwUs2I

Acesse o Site