campanha sindicalizacao 2021

Notícias
Publicado em Quinta, 16 Março 2017 18:44
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

Representantes da Diretoria do Sindicato dos Jornalistas do DF protocolaram nesta quarata-feira, 16/3, a pauta dos trabalhadores da Campanha Salarial 2017. O ato dá início à negociação com o sindicato patronal para o fechamento da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2017/2018. As reivindicações foram aprovadas em assembleia realizada na última segunda-feira, 13/3. Neste ano serão negociadas as cláusulas econômica e mais três itens a escolha de cada sindicato.

Entre as reivindicações principais estão a solicitação das perdas que ocorreram no reajuste salarial e no piso da categoria nos dois últimos anos. A pauta prevê a reposição inflacionária segundo o INPC mais as perdas dos dois últimos anos (4,33%) -, sendo 1,42% no ano de 2015 e 2,91% referente a 2016 - tanto para o salário e quanto para o piso da categoria. Em relação à Participação nos Lucros e Resultados, a reivindicação é que ela seja 45% da remuneração, com mínimo de R$ 2.400 e máximo de R$ 2.800. 

Outro ponto importante é a melhoria do auxílio-alimentação. Os jornalistas pedem mínimo de 480 por mês e correção pelo INPC alimentação para quem já recebe além disso. Sobre as cláusulas sociais pleiteadas pelo SJPDF, a entidade reivindica licença-maternidade de 180 dias e licença-paternidade de 30 dias, estabilidade para os jornalistas e adicional para quem produz para mais de um veículo, sendo 20% para situações ocasionais e 35% para situações habituais.

"Iremos tentar recuperar as perdas que a categoria teve nos dois últimos anos e defendendo que seja realizada também a reposição inflacionária. Sabemos que a negociação será novamente muito difícil, no entanto, não podemos aceitar que os patrões mantenham a mesma postura de não trabalhar com o reajuste segundo à inflação e de apresentar propostas que retiram direitos já garantidos pela categoria", afirma Wanderlei Pozzembom, coordenador-geral do SJPDF.

Pauta da Campanha Salarial 2017

Reajuste - INPC + 4,33% (perda dos dois últimos anos)

Piso -INPC + 4,33% (perda dos dois últimos anos)

PLR -45% da remuneração 
    - Teto - R$ 2800
    - Piso - R$ 2.400
Auxílio-alimentação - Mínimo de R$ 480 por mês (R$ 20 por dia) e, para quem ganha mais do que isso, reajuste segundo o INPC refeição fora de casa
Auxílio-creche - Mínimo de R$ 550 e reposição segundo INPC Educação para quem recebe além desse valor
Seguro de vida - Mesmo valor do reajuste salarial
Contribuição assistencial - R$ 1% para todos os jornalistas, com direito de recusa para quem é sindicalizado em dia e quem não é sindicalizado

Três cláusulas adicionais

1) Estabilidade (jornalistas não poderão ser dispensados no prazo de 180 após a assinatura da CCTe solicitação de participação do Sindicato no cas de dispensas de mais de 10 jornalisas)

2) Licença-maternidade de 180 dias e licença-paternidade de 30 dias;

3) Adicional para quem produz para mais de um veículo, sendo 20% para situações ocasionais e 35% para situações habituais.

Receber notícias

Próxima assembleia: 04/07 (2ªf.), a partir das 20h! Para participar, envie email para sjpdf2020@gmail.com Vamos a… https://t.co/umfNcns6y4
(em todas as faixas, o valor será proporcional aos meses trabalhados entre 1/4/21 e 31/3/22; para cada mês,1/12 do… https://t.co/EbiJIwUs2I

Acesse o Site