assembleia unificiada

Notícias
Publicado em Quinta, 14 Março 2013 20:41
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

 

Representantes dos trabalhadores da Empresa Brasil de Comunicação se reuniram hoje com o novo diretor administrativo e financeiro, José Vicentine. A principal demanda apresentada foi o encaminhamento da revisão do Plano de Empregos, Carreiras e Salários (PECs). Além disso, foi cobrada a implantação do Acordo Coletivo 2012-2013.

Vicentine se apresentou e afirmou que chega para contribuir na construção da empresa, que tem uma missão importante para a sociedade brasileira. Ele informou que solicitou à diretoria a criação de uma gerência executiva de gestão de pessoas para estruturar melhor a área. Sobre o PECS, ele e demais representantes da empresa informaram que o contrato está sendo finalizado e que será repassado à área jurídica para posterior aprovação.

“Tivemos um processo muito difícil envolvendo o Plano no ano passado. E já estamos no meio de março e ainda sem o contrato assinado. Sem atropelar etapas, é preciso garantir o máximo de celeridade para que essa processo comece”, cobrou o secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas do DF, Jonas Valente. “Essa é a preocupação central dos trabalhadores, a revisão do plano precisa sair para corrigir os problemas do atual plano”, afirmou o presidente do Sindicato dos Radialistas do DF, Carlos Paes.

Acordo Coletivo

Os representantes dos trabalhadores também lembraram do pacto feito com a empresa para o acompanhamento da implantação do Acordo Coletivo. As reuniões deveriam ter começado em fevereiro mas só terão início em março. Embora a conversa de hoje tenha sido marcada para apresentação do novo diretor às lideranças, alguns tópicos da execução do Acordo já foram colocados.

“Um ponto central cuja implantação deveria ser agilizada pela empresa é a ocupação dos cargos de coordenação pelos empregados do quadro em 60%. E isso precisa contemplar cada praça”, defendeu Guilherme Strozi, da Comissão de Empregados.

Também foram destacadas as cláusulas de inclusão da EBC no programa de equidade de gênero do governo federal, a concessão de roupas adequadas para quem trabalha no vídeo, a realização da campanha de esclarecimento contra o assédio moral, a instalação da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) e a garantir do transporte para os trabalhadores que entram entre meia-noite e 6h.

O gerente responsável pela área de pessoal, Anderson Sega, apresentou uma primeira organização do processo de acompanhamento. Mas a reunião para a empresa repassar o estágio da execução do Acordo foi marcada para a próxima terça-feira (19/3).

Foto: Marcelo Casal/EBC

Receber notícias

PRORROGADA a campanha de sindicalização 2020! Atendimento jurídico exclusivo, descontos nas carteiras nacional e in… https://t.co/JWZ0YSsHz8
9hreplyretweetfavorite
Sindicato realiza NOVA REUNIÃO com a CNN para discutir problemas. -> Cobramos a regularização dos repórteres cinema… https://t.co/1qKG1rhmyL

Acesse o Site