assembleia unificiada

Notícias
Publicado em Terça, 02 Abril 2013 21:05
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

O Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal se solidariza com a repórter Pollyane Marques, do radiojornalismo da EBC, agredida em um tumulto envolvendo seguranças da Câmara dos Deputados e assessores do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) nesta quarta-feira, 3/4.

A repórter trabalhava na cobertura da reunião da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara e após questionar o presidente da sessão, Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), sobre as razões da reunião ter sido feito à portas fechadas e sobre o porquê ele estava fugindo da imprensa, recebeu uma cotovelada. Ela não sabe precisar se foi de um segurança ou de um dos assessores do parlamentar.

A repórter teve a boca ferida e caiu no chão após a agressão. A jornalista já fez o exame de corpo delito no Instituto Médico Legal e prestou queixa na Delegacia de Polícia da Câmara dos Deputados.

O Sindicato dos Jornalistas do DF repudia a ação truculenta do segurança da Câmara e vai cobrar providências contra o agressor, bem como a garantia por parte da presidência da Casa de condições adequadas de segurança para o trabalho dos jornalistas. Também conclama a Empresa Brasil de Comunicação a interpelar a Presidência da Casa no sentido de garantir a apuração célere do episódio e, em constatada a culpa, a responsabilização do autor.

Brasília, 3 de abril de 2013

Diretoria do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal

Receber notícias

PRORROGADA a campanha de sindicalização 2020! Atendimento jurídico exclusivo, descontos nas carteiras nacional e in… https://t.co/JWZ0YSsHz8
11hreplyretweetfavorite
Sindicato realiza NOVA REUNIÃO com a CNN para discutir problemas. -> Cobramos a regularização dos repórteres cinema… https://t.co/1qKG1rhmyL

Acesse o Site