Notícias
Publicado em Quinta, 02 Maio 2013 15:53
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

Divulgado em Washington, capital dos Estados Unidos, o estudo feito pelo grupo independente Freedom House revelou que o Brasil caiu no ranking sem "imprensa livre". De acordo com o relatório, o número de países com mídia totalmente livre caiu para o menor nível em 16 anos.

Segundo a entidade, a queda do índice do Brasil foi causada pelo aumento no número de jornalistas assassinados no ano passado, além da influência política e empresariais no conteúdo dos veículos. Ações judiciais contra blogueiros e sites, a crimes de internet também estão entre os motivos. Outro ponto reforçado pelo relatório é a criação de leis que ameaçam a liberdade de expressão.

O estudo mostra que, da população latino-americana em 2012, 20% esteve em países sem "imprensa livre". Em Cuba, o trabalho jornalístico segue restrito. O país caribenho está na lista dos oito países mais mal situados do mundo no ranking. Honduras e México também não mostram resultados positivos. A Freedom House diz que as regiões mantêm "altos níveis de violência e intimidação contra os veículos de imprensa".

O estudo completo pode ser visto neste link.

Publicado pelo Portal Comunique-se

#Convite Na pauta, planejamento de ações, 8 de março e parceria com as universidades. https://t.co/io3e274z16
Na mídia | FENAJ reitera defesa do exercício profissional após declarações do presidente Bolsonaro https://t.co/9NMoN8UBIn via @FENAJ

Receber notícias

Acesse o Site