Notícias
Publicado em Segunda, 27 Maio 2013 16:56
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

Depois de mais de dois meses de negociação, representantes das diretorias do Sindicato dos Jornalistas do DF e do Sindicato das Empresas de Televisões, Rádios Revistas e Jornais do Distrito Federal (Sinterj-DF) chegaram a um consenso e fecharam uma proposta conjunta para o acordo da data-base 2013. Entre hoje (27) e quarta-feira (29/5), a diretoria do SJPDF realizará mais uma consulta às redações com o objetivo submeter a proposta à categoria.

O principal item de pauta de reivindicações, o reajuste salarial, ficou em 7,22% (o INPC). A proposta avança na Participação nos Lucros e Resultados de 35% do salário-base, com o piso chegando a R$ 1.400,00 (+16,6%) e o teto a R$ 2.000,00 (+11,1%). O auxílio-creche teria aumento de 13%, indo para R$ 339,00 por filho (veja proposta completa abaixo). Já no tíquete não foi possível ir além da versão atual. 

Segundo o presidente do SJPDF, Lincoln Macário, a proposta está aquém do que foi cobrado durante as mesas de negociação, mas traz avanços. “Em relação à outra oferta dos patrões, tivemos melhora nos índices do PLR, auxílio-creche e seguro de vida". 

Segundo o vice-presidente, Wanderlei Pozzebom, a decisão de proposta conjunta levou em conta retorno da categoria sobre a negociação. "A decisão de uma proposta conjunta partiu da avaliação da dificuldade de avançar e da disposição em parte da categoria de fechar a data-base agora", afirmou. Já para o secretário-geral do SJPDF, a proposta revela um limite da negociação, projetando para o futuro novas conquistas. "Temos que desde já lutar por pontos que ficaram de fora, como o reajuste do tíquete-alimentação, e já preparar a mobilização para a negociação do ano que vem, que vai ter como objeto toda a convenção", afirma.

Veja a proposta conjunta abaixo:

  

 

Proposta Conjunta – Laboral e Patronal

Reajuste salarial

7,22%

Participação nos Lucros e Resultados (PLR)

35% do salário-base de 5 horas, com teto de R$ 2.000,00(+11,1%) e mínimo de R$ 1.400,00 (+16,6%).

Auxílio-alimentação


Mantida a cláusula atual que assegura o Programa de Alimentação do Trabalhador para quem recebe até 12 salários mínimos

Auxílio-creche

R$ 339,00 por filho (+13%)

Seguro de Vida

R$ 11.300,00 acidental (+13%) e R$ 6.780,00 morte natural ou invalidez permanente (+13%)

 

Receber notícias

A PEC 32 não é só uma 'granada no bolso do servidor', é uma bomba atômica contra o Brasil #PEC32ContraoBrasil https://t.co/SkS7G4nh7H
5hreplyretweetfavorite
A reforma Administrativa não reduz a despesa pública, não diminui impostos nem taxas públicas, ela apenas facilita… https://t.co/LIu5hmCcNw
5hreplyretweetfavorite

Acesse o Site