PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) realiza pesquisa para descobrir quais são os principais problemas enfrentados por LGBTs no exercício da profissão. O estudo é uma iniciativa da Comissão de Jornalistas LGBT, criado pela entidade em maio deste ano.

Segundo as informações, o material vai reunir informações que possam revelar questões importantes para orientar o trabalho da comissão em São Paulo. O rápido questionário, que não pede a identificação do profissional, questiona se o jornalista tem a orientação sexual reconhecida no local de trabalho, se já sofreu discriminação e quem foi o autor da violência. Para colaborar e responder o estudo, basta acessar este link.

De acordo com o sindicato, o assédio e a discriminação são vivenciados no emprego cotidianamente pelos jornalistas LGBT. Além disso, existe a dificuldade de acesso de travestis e transexuais ao mercado formal de trabalho. Somadas, as questões deram vira à comissão, que pretende lutar contra este cenário.

“Na avaliação dos dirigentes do SJSP, se vários direitos conquistados pelos trabalhadores do país estão sob ameaça na atual conjuntura, grupos com direitos ainda a conquistar estão sob risco diretamente e daí a importância de organizar a luta e discutir as questões específicas dos jornalistas LGBTs”, escreveu a entidade. A comissão realiza encontros mensalmente para discutir o tema. Os interessados em participar devem acessar este link para conferir a agenda.

Fonte: Portal Comunique-se

Correio Braziliense anuncia que irá congelar férias dos funcionários. https://t.co/wpBmDokzEh https://t.co/yHaQLIFFMr
DF será representado por cinco delegados no Enjai e no Congresso Extraordinário dos Jornalistas - SJPDF.… https://t.co/9MGSVGb5QN

Receber notícias

Acesse o Site