|
Notícias
Publicado em Segunda, 29 Julho 2013 17:31
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

O Sindicato dos Jornalistas do DF entrará com uma ação coletiva de revisão de perdas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A ação visa o pagamento da correção monetária não aplicado às contas do FGTS de 1999 a 2013. Alguns profissionais chegaram a perder mais de 80% sobre os depósitos deste período.  

Segundo a área jurídica do SJPDF, as perdas se deram devido à correção errada da Taxa de Referencial (TR), que é aplicada sobre os saldos depositados no FGTS. A TR é o índice aplicável que se refere à correção monetária aos débitos com o FGTS recolhidos pelo empregador, mas não repassados ao Fundo.  

A ação buscará  o recálculo retroativo da TR para repor as perdas na correção do FGTS desde 1999, ano em que a taxa começou a ser reduzida até chegar a zero em 2012. Este fato diminuiu, consequentemente, a remuneração do Fundo de Garantia, que é corrigido por juros de 3% ao ano, mais a TR. A ação pede para que a correção seja feita pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). 

Todos os trabalhadores que tiveram e/ou tenham algum saldo em seu FGTS entre 1999 e 2013, aposentados ou não, têm o direito de reaver as perdas do benefício. Os jornalistas que estiverem interessados em fazer parte da ação deverão apresentar os seguintes documentos para o SJPDF:  

Cópias do CPF e RG

Cópia do PIS/PASEP (CTPS)

Extrato analítico do FGTS (Caixa Econômica Federal)

Carta de Concessão do Benefício (no caso dos aposentados)

Jornalista tem facilidade para se sindicalizar e ficar em dia com o SJPDF. http://t.co/31T2cV63A8
16hreplyretweetfavorite
Comissão de Registro de Repórteres Cinematográficos realiza a 1ª avaliação de 2015. http://t.co/IhO0B2vXO3
17hreplyretweetfavorite

Acesse o Site