Notícias
Publicado em Quinta, 21 Dezembro 2017 17:13
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

A direção da EBC segue com sua postura de tentar impor prejuízo aos trabalhadores também no âmbito do processo de compensação das horas paradas. Depois da já difícil negociação dos termos que fizeram parte da ata de assinatura do ACT 2017/2018, a empresa agora dificulta o processo e falha na comunicação ao não informar claramente os trabalhadores sobre o tema.

O Sindicato dos Jornalistas do DF já cobrou a direção sobre as normas de compensação. Frente à intransigência da empresa, o SJPDF coloca sua visão sobre as definições tomadas pela área de recursos humanos.

Feriado do dia 15

Segundo nossa assessoria jurídica, a compensação do feriado do dia 15 de novembro, dia de horário extraordinário, não deveria ocorrer. Caso a EBC desejar essa compensação, deve ser paga a hora-extra do dia ao empregado ou haver a compensado em folgas.

O jurídico do SJPDF orienta os trabalhadores a pedirem às chefias imediatas resposta escrita sobre a questão e recorrer formalmente ao RH para ter uma resposta concreta da situação e possa recorrer judicialmente. O jurídico do Sindicato está à disposição dentro das suas normas de funcionamento.

Nessa quarta o SJPDF esteve com o gerente executivo de pessoas que afirmou que a posição da empresa é a mera compensação. Cobramos que isso seja orientado aos trabalhadores para que eles possam recorrer judicialmente.

Sobre o modo de compensação

Ata do fechamento do acordo no TST prevê que a hora-extra já realizada poderá ser usada na compensação. Neste caso deve ser seguida a norma de horas-extras, valendo o adicional previsto de 50% para recebimento em dinheiro e a proporção de 1 hora para 1h40 em horas normais e de 1h para 2h para dias extraordinários (domingo e feriado) no caso de compensação.

Sobre a compensação dos dias, como o tema não fico explícito na ata da conciliação, o empregado pode inclusive questionar a compensação de 1h para 1h40. Caso a chefia não aceite, a pessoa deve também recorrer formalmente ao RH da EBC. Caso não concorde com a decisão do RH, cabe questionar judicialmente.

O jurídico do SJPDF estará a disposição dos empregados a partir do dia 10/01, após o recesso do final de ano. Qualquer dúvida, procure um dos diretores do sindicato na EBC

Sindicato dos Jornalistas do DF publica nota alertando sobre as ameaças aos jornalistas e ao país nesta eleição pre… https://t.co/olo7ryzqek
O SJPDF também se solidariza com a jornalista do Sistema Jornal do Commércio de Pernambuco agredida no último domin… https://t.co/FVEKELwrkQ

Receber notícias

Acesse o Site