bannertopsindicalizacao

PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

O Coletivo de mulheres Jornalistas do Distrito Federal lançou nesta segunda-feira (21) uma pesquisa sobre Assédio Sexual no ambiente de trabalho. O levantamento faz parte da campanha “Assédio Sexual não faz parte do trabalho. Denuncie!” lançada pelo Coletivo em novembro de 2018.

A coleta dos das informações será feita pela internet. O formulário desenvolvido pelo Coletivo, disponível no blog mulheresjornalistasdf.org. “O objetivo é mapearmos o assédio sexual nos espaços de trabalho das jornalistas e também conscientizar as colegas sobre essa violência, que muitas vezes é naturalizada”, explica Renata Maffezoli, coordenadora do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do DF e integrante do Coletivo.

Embora a pesquisa foque as profissionais que trabalham no Distrito Federal, Renata destaca ainda que o formulário poderá ser respondido também por jornalistas de outros estados. “Isso pode nos ajudar a ter uma ideia da realidade de trabalho das colegas em outras regiões do país, ampliando o alcance e a ação da campanha, uma vez que a temática diz respeito a todas as trabalhadoras”, acrescenta.

Inicialmente, o formulário estará disponível para respostas até o final de fevereiro. E o resultado deve ser divulgado em março, para marcar o Dia Internacional das Mulheres (8/3).

Participe. Clique aqui e responda a pesquisa! https://goo.gl/forms/j43neVbNTZsGdvfz1

Na avaliação do Sindicato, a proposta apresentada pelos patrões é muito ruim e está bem distante das reivindicações… https://t.co/mZBqncpmfO
Confira como a proposta de reforma da previdência torna ainda mais difícil a aposentadoria da categoria, que já tra… https://t.co/DUbo7yGGj9

Receber notícias

Acesse o Site