bannertopsindicalizacao

Notícias
Publicado em Sexta, 21 Dezembro 2018 17:33
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

SJPDF elaborou um resumo dos casos de violência contra jornalistas, ocorridos em 2018. O material está dividido em agressões físicas, assédio moral e ataques à liberdade de expressão, aos direitos trabalhistas e à comunicação pública. Ao final, seguem links de todas as matérias e notas publicadas em nosso site, referentes aos casos mencionados e a outros também relacionados às temáticas.

No dia 13 de dezembro, data que marcou 50 anos do Ato Institucional número 5 – medida da Ditadura Militar que intensificou ainda mais a censura, a repressão e violência – o SJPDF realizou um debate sobre liberdade de expressão e perspectivas para 2019. Além disso, foi eleita também a comissão de liberdade de expressão da entidade.

Confira, abaixo, o resumo:

Agressões físicas em coberturas
Diferente do ano de 2017, em 2018 registramos menos casos de agressão física aos profissionais. Em fevereiro, integramos um Grupo de Trabalho criado pela Secretaria de Segurança Pública do DF para discutir protocolos para segurança dos jornalistas em coberturas de atos de rua e grandes eventos. Devido ao acirramento da conjuntura, o GT não concluiu os trabalhos. Abaixo, incluímos dois casos mais expressivos: a agressão aos jornalistas em ato na CUT e, mais recente, durante a cobertura das denúncias de assédio e violência sexual contra João de Deus, em Abadiânia (GO).

Maio

Nota de repúdio à agressão sofrida por jornalistas durante ato na CUT, em Brasília
Na noite desta quinta-feira (05), os jornalistas, mais uma vez, foram alvos do caos político instaurado no país. Equipes do jornal Correio Braziliense e do SBT relatam terem sofrido agressões psicológicas durante a cobertura da manifestação convocada pela CUT-DF, contra a prisão do ex-presidente Lula, cujo mandado foi expedido pelo juiz Sérgio Moro no final da tarde de ontem. Felizmente, ninguém saiu ferido.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do DF considera inadmissível que este tipo de agressão contra trabalhadores da imprensa continue a ocorrer no país, independentemente da corrente ideológica dos envolvidos. Jornalistas devem ser respeitados para garantir a democracia no país e não podem ser responsabilizados pelas críticas à linha editorial e à cobertura dos veículos em que trabalham. Eles são trabalhadores como quaisquer outros e, por isso, merecem respeito.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3621-nota-de-repudio-as-agressoes-sofridas-por-jornalistas-durante-ato-em-brasilia

Dezembro
Caso João de Deus: Sindicato repudia agressões aos jornalistas em Abadiânia
O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) acompanha com preocupação os repudiáveis relatos de agressões a profissionais de imprensa nas proximidades da Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia(GO). O SJPDF pede serenidade à população e proteção aos jornalistas pelas forças de segurança. Vários profissionais relataram terem sido xingados, empurrados e um, inclusive, foi mordido durante a cobertura do caso na cidade goiana.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/52-em-destaque/3793-caso-joao-de-deus-sindicato-repudia-agressoes-aos-jornalistas-em-abadiania

Ataques aos direitos trabalhistas
Este ano também registrou diversos casos de ataques aos direitos dos trabalhadores jornalistas, com o desrespeito à convenção coletiva e atrasos nos pagamentos de salários, outros direitos como tíquete e férias e recolhimento de FGTS. O caso mais emblemático foi o Correio Braziliense, onde, ao longo do ano, os jornalistas fizeram diversas manifestações para pressionar a empresa a respeitar a CCT e pagar em dia os salários.
http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3604-jornalistas-do-correio-braziliense-realizam-ato-no-dia-15-contra-atrasos-em-salarios-e-beneficios
http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3786-sindicato-faz-nova-reuniao-com-correio-para-cobrar-regularizacao-de-direitos

Assédio Moral e cerceamento da liberdade de expressão
Este ano, observamos uma ascensão de casos de assédio moral aos profissionais, em especial na Empresa Brasil de Comunicação, conforme aponta levantamento divulgado em agosto. Além disso, registramos a perseguição e prática antissindical contra diretores do SJPDF.

Janeiro
Nota pública: Perseguições na Agência Brasil/EBC continuam em 2018
O repórter Ivan Richard, há 10 anos trabalhando na Agência Brasil e hoje representante dos trabalhadores na Comissão dos Empregados, surpreendentemente, foi expulso da Agência Brasil e informado que não faria mais parte da equipe após seu retorno de férias. O repórter sequer foi avisado oficialmente da mudança, sendo comunicado informalmente por um colega de redação sobre sua transferência autoritária para a redação da TV Brasil. Até o momento, nenhuma informação foi dada sobre o que motivou a decisão do gerente executivo da Agência Brasil, Alberto Coura. Questionado por e-mail, o diretor de jornalismo da EBC, Lourival Macedo, não se manifestou, atitude que, em nossa compreensão, demonstra conivência com a perseguição.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3565-nota-publica-perseguicoes-na-agencia-brasil-ebc-continuam-em-2018

Abril
Entidades repudiam ofensas de gerente-executivo da Agência Brasil
Mais uma vez, o gerente-executivo da Agência Brasil, Alberto Coura, usa o e-mail corporativo da empresa para desferir ataques e ofensas a profissionais subordinados a ele. Desta vez, de forma leviana e inapropriada, Alberto Coura agrediu publicamente a repórter Isabela Vieira pelo simples fato de a profissional ter questionado a qualidade do último Boletim da Ouvidoria.

Em tom de desprezo à opiniões contrárias, o gerente-executivo tentou desqualificar a trajetória de mais de dez anos da profissional reconhecida por sua competência técnica dentro e fora da EBC e se pôs a humilhá-la em e-mail endereçado a todos os profissionais do setor.
http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3623-entidades-repudiam-ofensas-de-gerente-executivo-da-agencia-brasil

Sindicato repudia assédio moral de diretor financeiro da TV Brasília
O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do DF vem a público repudiar os atos de assédio moral e as ameaças constrangedoras contra os trabalhadores cometidas pelo diretor financeiro da TV Brasília. Faz parte da rotina dos jornalistas e radialistas da emissora lidar com os desmandos do chefe do departamento financeiro.

No dia 19/04, um novo caso de assédio ocorreu na redação. O diretor exigiu que fosse feita a cobertura de uma homenagem ao sócio da emissora, Paulo Octávio, que iria ocorrer na Câmara Legislativa do DF, atividade que não havia sido programada, não havendo equipes disponíveis, causando uma série de constrangimento à equipe.

Chegaram ao Sindicato diversas histórias de assédio deste diretor vividas por funcionários e ex-funcionários da TV Brasília. Ele é conhecido por suas brincadeiras de mau gosto, como de puxar o cabelo de jornalistas e fazer brincadeiras maliciosas. Suas explosões com gritos, socos na mesa e até arremesso de equipamento são corriqueiras e deixam a equipe inteira em pânico. Até atos de empurrões na porta da empresa são comuns quando este diretor é contrariado.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3633-sindicato-repudia-assedio-moral-de-diretor-financeiro-da-tv-brasilia

Maio
Sindicato repudia assédio e prática antissindical da Fasubra contra jornalista, demitida de forma arbitrária
A direção do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Fedaral torna público, mais uma vez, a ação assediadora e antissindical cometida pela Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (Fasubra) contra a jornalista e dirigente sindical Luciana Castro.

Após a jornalista questionar seu contrato de trabalho, de forma a garantir sua legalidade frente a legislação trabalhista, teve início uma série de atos assediosos por parte da direção da Fasubra contra Luciana, resultando, após o cerceamento profissional da empregada da Federação, em sua demissão na última quarta-feira (23), em explícita prática antissindical.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3656-sindicato-repudia-assedio-e-pratica-antissindical-da-fasubra-contra-jornalista-demitida-de-forma-arbitraria

Junho

EBC persegue coordenador-geral do Sindicato dos Jornalistas do DF

Em mais uma ação de assédio e prática antissindical, a direção da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) decidiu punir um dos coordenadores gerais do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, Gésio Passos, jornalista concursado da empresa pública, pela sua ação em defesa da categoria.

Em julho de 2017, Gésio interferiu para coibir o comportamento assedioso de um chefe, que cobrava um repórter, às 8 horas da manhã, pressionando o trabalhador para iniciar sua jornada de trabalho antes do horário.

Como forma de intimidação, a EBC decidiu instalar uma Comissão de Sindicância sobre o fato durante a greve dos trabalhadores de 2017. Após uma apuração inicial, a Comissão teve todos seus membros alterados de forma autoritária, tendo sido estabelecido como presidente uma pessoa que historicamente age contra os trabalhadores na empresa pública, impedindo ainda o amplo direito de defesa de Gésio Passos e inocentando o assediador de todas as denúncias.

Como resultado da Sindicância, em seu último ato, o ex-presidente da EBC, Laerte Rimoli, determinou advertência ao coordenador do Sindicato. Na última quarta (20), Gésio foi notificado pela empresa informando que o novo presidente da EBC, Alexandre Parola, ignorou o recurso apresentado pelos advogados do Sindicato e efetivou a sanção imposta por Rimoli.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3673-ebc-persegue-coordenador-geral-do-sjpdf

Julho
Regras do Grupo Globo para redes sociais impõem censura prévia a jornalistas
A pretexto de estabelecer “diretrizes para o uso de redes sociais”, o Grupo Globo atenta contra a liberdade de expressão dos jornalistas, impedindo, sob ameaça, os profissionais de se manifestarem em redes sociais, as que existem e que as vierem a existir.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3682-regras-do-grupo-globo-para-redes-sociais-impoem-censura-previa-a-jornalistas

SJPDF denuncia no MPT práticas de assédio moral contra jornalistas da Embrapa
A direção do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) fez ontem uma denúncia formal ao Ministério Público do Trabalho (MPT) da 10a. Região – Brasília das práticas antissindicais e de assédio moral da Diretoria Executiva da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) contra a categoria dos jornalistas profissionais.

Atualmente a Embrapa tem cerca de 150 jornalistas sendo 50 no DF. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) tem promovido diversas campanhas de esclarecimento sobre a jornada de trabalho de cinco horas dos jornalistas, estabelecidas na CLT, Artigos 302 a 316, o Decreto-Lei n. 972/1969 e o Decreto n. 83.284/1979. As horas trabalhadas além desta jornada são consideradas horas extras e desta forma devem ser remuneradas, até mesmo aquelas contratuais.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3703-sjpdf-denuncia-no-mpt-assedio-moral-contra-jornalistas-da-embrapa

Agosto
Trabalhadores denunciam mais de 60 casos de censura e governismo na EBC

Os trabalhadores e trabalhadoras da Empresa Brasil de Comunicação elaboraram um "dossiê" com casos de censura e governismo ocorridos na empresa. A partir do lançamento de um formulário online voltado aos jornalistas e radialistas para que denunciassem os casos de forma sigilosa, a Comissão de Empregados da EBC e o Sindicato dos Jornalistas do DF sistematizaram os casos, agora tornados públicos.

Conseguimos reunir, em quatro semanas de formulário lançado, 61 denúncias de censura e governismo. Os casos aconteceram entre o mês de outubro de 2016 e a terceira semana de julho de 2018, em todos os veículos da EBC (Rádios, TV e Agência Brasil). 35 deles ocorreram no Rio de Janeiro, 14 em Brasília e 12 em São Paulo (considerando a origem do caso, já que algumas foram editadas em conjunto por Brasília). 29 das matérias censuradas ou excessivamente governistas foram feitas na Agência Brasil; 18 no radiojornalismo e 14 na TV Brasil.

É importante salientar que quando falamos de matérias censuradas, estamos nos referindo não apenas à não publicação/veiculação, mas também ao corte de trechos com informações importantes ou trechos de sonoras.

Entre as matérias censuradas ou governistas, a maioria esmagadora delas - 35 - pertencem à editoria de política. De resto, são 6 de direitos humanos, 4 da editoria geral, 4 de cidade, 3 de economia, 3 de cultura, 2 de ciência, 1 de meio ambiente, 1 de educação, 1 de segurança e 1 de saúde. Com esse recorte das editorias às quais pertencem as matérias censuradas e/ou governistas, ficou evidente que a grande maioria delas pertence, não por acaso, à editoria de política. É aí que a censura e o governismo se dão de modo mais explícito.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3722-trabalhadores-denunciam-mais-de-60-casos-de-censura-e-governismo-na-ebc

Setembro
Trabalhadores e entidades se manifestam contra perseguição de jornalista pela direção da EBC
 Ação de assédio praticada por dirigentes da EBC. O ataque da empresa agora é contra o jornalista Morillo Carvalho, editor do radiojornalismo, que escreveu uma nota citando o papel da EBC frente as denúncias da revista Época.

Na última sexta (14), os trabalhadores da empresa fizeram um ato em defesa do colega Morillo Carvalho, durante o período em que ele prestava depoimento na Comissão de Sindicância aberta para investiga-lo. Jornalistas e radialistas da EBC se manifestaram contra mais um ato de assédio e censura, com cartazes e manifestações de apoio ao colega.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3732-entidades-voltam-a-se-manifestar-contra-perseguicao-de-jornalista-pela-direcao-da-ebc

Dezembro
Perseguição aos trabalhadores da Embrapa
O SJPDF apresentou denúncia do assédio coletivo sofrido pelos jornalistas da Embrapa, com ameaça de demissão em massa e terceirização da atividade de comunicação. Os jornalistas passaram a ser perseguidos pela direção da Embrapa após vitórias judiciais reconhecendo a jornada de 5 horas desses trabalhadores. Além disso, toda a Secretária de Comunicação e o setor Embrapa Comunicação Tecnológica foram desmembrados na gestão do ex-presidente Maurício Antônio Lopes.

O Sindicato também apresentou as ações antissindicais tomadas pela Embrapa contra o diretor do SJPDF e jornalista da empresa Roberto Penteado. O dirigente sofreu advertência e ameaça de demissão por ter atuado em defesa dos direitos dos jornalistas da empresa pública ao organizar uma reunião com os jornalistas.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/52-em-destaque/3791-audiencia-publica-na-camara-discute-perseguicao-aos-trabalhadores-da-embrapa

Ataques à Comunicação Pública
Uma grande luta travada pela categoria e pela entidade neste ano, foi em defesa da Comunicação Pública e da Empresa Brasil de Comunicação, que esteve sob constante ataque durante todo 2018.

Janeiro
Temer e a estatização da EBC
A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) recebeu mais um golpe. O Conselho de Administração da empresa, órgão que ganhou superpoderes depois da medida provisória de Michel Temer que reestruturou a empresa em 1º de setembro de 2016, resolveu tirar a palavra “pública” de seu mapa estratégico. Desse modo, a “visão” da EBC era de “ser referência em Comunicação Pública”, agora é ser apenas “uma empresa referência em comunicação”. A mudança é mais um passo para fragilizar o caráter público do órgão, que deveria promover os interesses da sociedade. Em contrapartida, deve tornar ainda mais governamental o discurso e a produção de conteúdo daquela que surgiu para fazer avançar no Brasil o que já é feito em outros países: uma comunicação plural, regionalizada, crítica.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3542-temer-e-a-estatizacao-da-ebc

Fevereiro
Ataque ao jornalismo público no contrato da EBC para cobertura do Fórum Mundial da Água

Em março, ocorre em Brasília o Fórum Mundial da Água. A Empresa Brasil de Comunicação vem fazendo cobertura intensa em todos os seus veículos. Mas não informou nem aos seus leitores e expectadores nem aos seus trabalhadores que celebrou um contrato com a Agência Nacional de Águas em que vende por R$ 1,8 milhão sua cobertura jornalística e conteúdos em seu braço de serviços.

O contrato, divulgado em reportagem do site Poder360 (veja AQUI), traz cláusulas que afrontam claramente a autonomia das equipes na cobertura do evento. Ele prevê, por exemplo, a subordinação de conteúdos à ANA e números de matérias.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3597-ataque-ao-jornalismo-publico-no-contrato-da-ebc-para-cobertura-do-forum-da-agua

Abril

Trabalhadores dizem não à tentativa da Direção da EBC e do Governo de proibir jornalismo e liquidar a comunicação pública
Jornalistas e radialistas da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) protestaram hoje (25), nas redações em Brasília, no Rio e em São Paulo, contra a decisão ilegal da direção da EBC e do Governo Federal de acabar com jornalismo na empresa pública, só noticiando informações ligados ao governo. A EBC opera os veículos públicos TV Brasil, Agência Brasil, Radioagência Nacional, Rádio Nacional e MEC, além de um portal de notícias.

A direção da empresa e representantes do governo aprovaram, na última segunda-feira, em reunião no Conselho de Administração da EBC, um novo "realinhamento estratégico" que definiu que veículos, como a Agência Brasil, passem a produzir "comunicação estatal", contrariando inclusive a Constituição Federal.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3636-trabalhadores-dizem-nao-a-tentativa-da-direcao-da-ebc-e-do-governo-federal-de-proibir-jornalismo-e-liquidar-a-comunicacao-publica-na-empresa

Julho
Em defesa da EBC, pela pluralidade na comunicação brasileira e contra os ataques do governo à comunicação pública
Na última semana, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e seus trabalhadores voltaram a ser alvo de ataques do governo. No último domingo, a Folha de S. Paulo publicou a intenção do natimorto governo Temer de extinguir a empresa pública de comunicação. Antes, O Estado de S. Paulo questionava de atestado a salários dos trabalhadores da EBC.

Em seus primeiros dias de governo, Temer golpeou a EBC ao caçar a autonomia da comunicação pública com uma Medida Provisória que extinguiu o Conselho Curador da empresa e extinguiu o mandato de seu presidente. Agora, o governo assume a estratégia de plantar notícias em jornais como forma de criar fatos contra a comunicação pública brasileira.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3697-nota-publica-em-defesa-da-ebc-pela-pluralidade-na-comunicacao-brasileira-e-contra-os-ataques-do-governo-a-comunicacao-publica

Fevereiro e Novembro
EBC acirra desmonte da comunicação pública com novo PDV

Em pleno cenário de ameaças à existência da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) pelo atual governo e também pelo governo que terá início em 1º de janeiro, a direção da empresa pública lança um novo Plano de Desligamento Voluntário (PDV). A estratégia alimenta o medo dos empregados e amplia o desmonte da comunicação pública federal.


Os Sindicatos dos Radialistas do DF, SP e RJ, os Sindicatos dos Jornalistas do DF, SP e RJ e a Comissão de Empregados da EBC, alertam os trabalhadores para os riscos de adesão ao plano. A proposta não garante o futuro dos funcionários e busca desmobilizar a participação na campanha “Fica EBC”, que vem crescendo no diálogo com a sociedade e com a classe política sobre a importância da empresa e da comunicação pública.

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3588-ebc-pdv
http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3781-ebc-acirra-desmonte-da-comunicacao-publica-com-novo-pdv

Dezembro
Mais de 140 organizações e representantes da sociedade assinam manifesto contra a extinção da EBC
“Ajustes podem ser feitos, uma vez que nenhuma área é imune a críticas. Contudo, não se pode confundir a necessidade de aperfeiçoamento com o fim de serviços essenciais à sociedade brasileira”. Mais de 140 organizações e representantes da sociedade civil brasileira lançam uma carta-manifesto contra a extinção da Empresa Brasil de Comunicação, a EBC.
http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/52-em-destaque/3785-mais-de-140-organizacoes-e-representantes-da-sociedade-assinam-manifesto-contra-a-extincao-da-ebc

Links para matérias e notas divulgadas ao longo de 2018 sobre as temáticas do relatório

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3542-temer-e-a-estatizacao-da-ebc

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3565-nota-publica-perseguicoes-na-agencia-brasil-ebc-continuam-em-2018

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3588-ebc-pdv

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3592-sjpdf-integra-gt-que-visa-criar-protocolo-de-seguranca-para-profissionais-de-imprensa-em-grandes-eventos

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3604-jornalistas-do-correio-braziliense-realizam-ato-no-dia-15-contra-atrasos-em-salarios-e-beneficios

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3597-ataque-ao-jornalismo-publico-no-contrato-da-ebc-para-cobertura-do-forum-da-agua

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3608-jornalistas-do-correio-braziliense-aprovam-estado-de-greve-por-atraso-de-salarios-e-cumprimento-de-direitos

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3623-entidades-repudiam-ofensas-de-gerente-executivo-da-agencia-brasil

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3621-nota-de-repudio-as-agressoes-sofridas-por-jornalistas-durante-ato-em-brasilia

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3620-em-defesa-da-democracia-e-dos-direitos-nao-aceitaremos-ameacas

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3638-caso-de-assedio-moral-e-perseguicao-na-embrapa-vai-parar-na-cgu

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3636-trabalhadores-dizem-nao-a-tentativa-da-direcao-da-ebc-e-do-governo-federal-de-proibir-jornalismo-e-liquidar-a-comunicacao-publica-na-empresa

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3634-de-forma-ilegal-governo-e-direcao-da-ebc-querem-tornar-agencia-brasil-e-tv-brasil-orgaos-governamentais-e-liquidar-de-vez-a-comunicacao-publica

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3633-sindicato-repudia-assedio-moral-de-diretor-financeiro-da-tv-brasilia

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3644-conselho-de-comunicacao-sugere-criacao-de-observatorio-para-coibir-violencia-contra-jornalistas

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3642-nota-de-repudio-a-direcao-da-fasubra-sobre-o-tratamento-a-diretora-do-sjpdf

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3663-fenaj-e-sindicatos-de-base-repudiam-agressoes-a-jornalistas-na-cobertura-da-greve-dos-caminhoneiros

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3662-sindicato-repudia-censura-do-gdf-ao-portal-metropoles

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3656-sindicato-repudia-assedio-e-pratica-antissindical-da-fasubra-contra-jornalista-demitida-de-forma-arbitraria

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3669-entidades-publicam-nota-de-repudio-sobre-uso-politico-da-agencia-brasil

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3673-ebc-persegue-coordenador-geral-do-sjpdf

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3682-regras-do-grupo-globo-para-redes-sociais-impoem-censura-previa-a-jornalistas

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3703-sjpdf-denuncia-no-mpt-assedio-moral-contra-jornalistas-da-embrapa

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3698-sindicato-cobra-tv-brasilia-sobre-reuniao-para-discutir-assedio-moral-na-emissora

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3697-nota-publica-em-defesa-da-ebc-pela-pluralidade-na-comunicacao-brasileira-e-contra-os-ataques-do-governo-a-comunicacao-publica

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3722-trabalhadores-denunciam-mais-de-60-casos-de-censura-e-governismo-na-ebc

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3732-entidades-voltam-a-se-manifestar-contra-perseguicao-de-jornalista-pela-direcao-da-ebc

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/3781-ebc-acirra-desmonte-da-comunicacao-publica-com-novo-pdv

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/52-em-destaque/3793-caso-joao-de-deus-sindicato-repudia-agressoes-aos-jornalistas-em-abadiania

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/52-em-destaque/3791-audiencia-publica-na-camara-discute-perseguicao-aos-trabalhadores-da-embrapa

http://www.sjpdf.org.br/noticias-teste/52-em-destaque/3785-mais-de-140-organizacoes-e-representantes-da-sociedade-assinam-manifesto-contra-a-extincao-da-ebc

A direção da emissora informou que irá fechar as portas no dia 30/6. Os Sindicatos notificaram a empresa solicitand… https://t.co/Gasu9TGFcj
O Sindicato dos Jornalistas do DF repudia mais esse ataque de Bolsonaro ao exercício profissional dos jornalistas e… https://t.co/XhZ0XTFfjk

Receber notícias

Acesse o Site