bannertopsindicalizacao

PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do DF se solidariza com o deputado federal Jean Wyllys, um dos maiores representantes da causa LGBT no Brasil, agora obrigado a deixar o país devido às ameaças de morte que vinha recebendo.

Jornalista e professor universitário, durante seus dois mandatos como deputado federal, Wyllys defendeu a democracia e a liberdade de expressão como poucos. Elaborou propostas inovadoras, debateu e articulou sempre tendo em vista uma maior pluralidade e diversidade na comunicação - ainda dominada por oligopólios privados e proselitismos religiosos, em claro descumprimento à Constituição Federal.

Como presidente, na Câmara dos Deputados, da “Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito à Comunicação”, outra luta sempre travada de forma exemplar por ele foi a da comunicação pública. A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e seus respectivos veículos - a TV Brasil, a Agência Brasil e as rádios EBC - sempre foram defendidas por Wyllys dos ataques de quem, no parlamento e no Executivo, tentaram (e seguem tentando) minar a existência da empresa.

*O irônico, se não fosse trágico, é que a notícia de sua desistência de um terceiro mandato, anunciada nessa quinta-feira (24/01), foi censurada nas redações dos veículos da própria EBC.* Quem estava em casa, na rua ou no trabalho, acompanhando a programação, teve seu direito à informação - a saída de um parlamentar eleito democraticamente - negado pela emissora pública. Dessa forma, Jean Wyllys foi censurado duplamente: por não poder exercer seu mandato livremente e, no mesmo dia, censurado pela empresa que tanto lutou para que fosse independente e autônoma. Hoje sob forte ameaça de extinção desse caráter público, constitucional, os jornalistas concursados da EBC seguem sofrendo censuras diárias, obrigados a produzir conteúdos que não “desagradem” o governo de plantão.

É por essas lutas em comum, portanto, de garantia da liberdade de expressão, de efetivação do direito à comunicação e por uma comunicação pública independente, que o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do DF agradece a atuação do deputado Jean Wyllys. E aproveitamos para dar boas vindas a David Miranda, suplente de Wyllys, que toma posse já no dia 1º de fevereiro.

 

Na avaliação do Sindicato, a proposta apresentada pelos patrões é muito ruim e está bem distante das reivindicações… https://t.co/mZBqncpmfO
Confira como a proposta de reforma da previdência torna ainda mais difícil a aposentadoria da categoria, que já tra… https://t.co/DUbo7yGGj9

Receber notícias

Acesse o Site