assembleia unificiada

Notícias
Publicado em Quinta, 16 Maio 2019 18:37
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou à cena novamente para agredir verbalmente jornalistas que têm tentado desempenhar as funções de questionar, investigar e levar informações fidedignas à população brasileira, mesmo diante das dificuldades impostas à cobertura por parte da equipe que cerca o presidente.

O Sindicato dos Jornalistas do DF repudia mais esse ataque de Bolsonaro ao exercício profissional dos jornalistas e à liberdade de expressão.

Nesta quinta-feira (16), nos Estados Unidos, ao ser questionado sobre quais as prioridades do Governo Federal - diante do corte de recursos pelo Ministério da Educação - o presidente interpelou uma jornalista da Folha de S.Paulo em tom absolutamente desrespeitoso e intimidatório, e reiterou o desprezo pelo exercício da profissão quando não realizado da forma que lhe convém, em ação que não condiz em nada com o cargo que ocupa atualmente.

Bolsonaro disse que os jornalistas da Folha deveriam “entrar de novo numa faculdade que presta para fazer bom jornalismo” e, ainda, que o jornal não deveria “contratar qualquer um ou qualquer uma para ser jornalista” para ficar “perguntando besteira e publicando coisa nojenta”.

O tom desrespeitoso, inclusive, foi direcionado a uma jornalista mulher. Aqui cabe a indagação se o mesmo comportamento teria sido direcionado a um homem, já que os casos de machismo do presidente são públicos, notórios e repetitivos, muitos deles no próprio convívio diário com os jornalistas.

Mais uma vez, então, nos cabe explicar ao presidente da República que “bom jornalismo” não é sinônimo de enaltecimento da administração federal, mas sim de fazer questionamentos que importem à população brasileira. Qualquer coisa fora disso é propaganda - que inclusive pode receber o devido investimento financeiro do Governo Federal.

Jair Bolsonaro não conseguirá intimidar os profissionais da imprensa. De uma vez por todas, é preciso respeitar o jornalismo sério e independente e, por consequência, a democracia brasileira.

O SJPDF expressa o repúdio a mais um ataque covarde e infundado de Bolsonaro contra a categoria e segue na luta em defesa da democracia.

 

A inclusão da EBC no programa de PRIVATIZAÇÃO é um desrespeito à Constituição e um ataque ao direito à informação d… https://t.co/kWZokz0eJ5
22hreplyretweetfavorite
JORNALISTA, sua profissão está novamente sob ataque! Vamos reagir! Nessa quinta-feira, 21/11, 19h30, assembleia con… https://t.co/cTX9wNAy1W

Receber notícias

Acesse o Site