PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

Diante da situação imposta pela pandemia do novo Coronavírus, decidimos ADIAR (sem data prevista) o ato com foto marcado para quarta-feira (18). Em substituição, convocamos todos os profissionais da Imprensa a usarem os adesivos distribuídos pelo Sindicato dos Jornalistas do DF e postarem fotos nas suas redes, neste dia 18/03, com cartazes e as hashtags #SOUJORNALISTA#EXIJORESPEITO#SJPDF#fakenewsPodemMatar e marcar as redes do SJPDF e da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ).

O Sindicato dos Jornalistas e o Sindicato dos Radialistas do DF oficiaram as empresas para a adoção de medidas protetivas como teletrabalho, redução de jornada, vacinação, oferta de equipamentos necessários para garantir a saúde e condições de trabalho dos jornalistas nesse momento (leia na ÍNTEGRA ABAIXO).


Vivemos momentos difíceis para a categoria – e para a classe trabalhadora, de forma geral –, quando estão sob ameaça os direitos de exercício profissional e as garantias trabalhistas. Por isso, convidamos a categoria a se manter em estado de mobilização.


Compreendemos o jornalismo como atividade fundamental em um Estado democrático de direito, uma vez que a liberdade de expressão e o acesso à informação de qualidade constituem a base de uma cidadania crítica e ativa, capaz de garantir a pluralidade de vozes em um país que ainda é marcado pelo racismo, machismo e LGBTfobia.


Entendemos ainda que a informação jornalística, produzida com seriedade e qualidade, é ferramenta essencial para a sociedade e para a superação desse momento de extrema ameaça à saúde pública.


Um país que não respeita as trabalhadoras e os trabalhadores da imprensa, e não reconhece seu papel fundamental em informar a sociedade, é um país com sua democracia em risco.


Basta! Somos jornalistas. Exigimos respeito!
As fakenews podem matar! Informe-se com QUALIDADE!

Dia 18/03 - Registre sua indignação!

Lista de medidas URGENTES solicitadas para as empresas jornalísticas do DF:


- Criação de um "Comitê de prevenção ao Coronavírus" nas empresas, com participação de representação dos trabalhadores;

- Dispensa ou Teletrabalho para todas as pessoas acima de 60 anos, mulheres grávidas, pessoas com problemas respiratórios já existentes, doentes crônicos e para mães e pais que não tenham onde deixar os filhos cujas aulas foram suspensas;
- Redução da presença da área administrativa para 50% de atendimento na empresa, com jornada de 6 horas e em rodízio de empregados (sem redução da remuneração). Teletrabalho para os demais;
- Readequação das atividades finalísticas, com redução da jornada para 6 horas (sem redução da remuneração) e adequação da produção, com rodízio dos empregados, a partir da realização de teletrabalho nas atividades que forem possíveis;
- Realização de entrevistas presenciais apenas se estritamente necessárias, dentro da empresa;
- Viagens a trabalho somente se absolutamente essencial para a cobertura jornalística;
- Que qualquer empregado que apresente sintomas respiratórios ou tenha chegado de viagem internacional, que seja afastado imediatamente, em quarentena, com possibilidade de teletrabalho no caso daqueles que não apresentem sintomas;
- Que as empresas ofereçam condições necessárias para o exercício do teletrabalho e assumam os custos dos mesmos, como telefone, luz e suporte;
- Campanha de vacinação contra a gripe e contra sarampo para todos os trabalhadores e trabalhadoras;
- Suspensão do ponto eletrônico devido a utilização com as mãos pelos empregados, com a marcação manual até que não haja mais riscos de contaminação;
- Redução de jornada para as equipes de limpeza e orientação para que intensifiquem a assepsia no local de trabalho (com a devida utilização de EPI necessário, para ficarem protegidos de contaminação).

Participe e tire suas dúvidas. Estamos em luta contra o coronavírus e em defesa dos direitos trabalhistas.… https://t.co/r8hnXYwWx1
15hreplyretweetfavorite
RT @socioambiental: Os indígenas merecem atenção especial durante a pandemia do #coronavírus. Está no ar o site Covid-19 e os Povos Indígen…

Receber notícias

Acesse o Site