campanha sindicalizacao 2021

Notícias
Publicado em Segunda, 08 Fevereiro 2021 18:35
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

A rotina de atrasos no pagamento de salários, incluindo o 13º, férias e outros benefícios pode resultar em nova greve a partir de 10/2 (4ª feira). A decisão foi tomada pela redação em assembleia, na 6ª feira (5/2), após a empresa comunicar que o pagamento não seria completado para todos os jornalistas no prazo legal.

Dois meses depois de três dias de paralisação, em dezembro, os trabalhadores do Correio retomam a mobilização em resposta à persistência de uma longa série de pendências. Na virada do ano, foi acertado com a direção do jornal o parcelamento do 13º, mas apenas a primeira parcela foi honrada, ainda em janeiro.

A empresa já vinha descumprindo um acordo judicial fechado em setembro passado para o parcelamento de férias e auxílio-alimentação atrasados em até dois anos, para alguns dos jornalistas. A conclusão do acordo, por sinal, foi seguida pela continuação dos atrasos no cumprimento dos mesmos compromissos.

Com exceção apenas dos salários relativos a dezembro/2020, os trabalhadores do Correio convivem há seis meses com o pagamento irregular, em atraso e "pingado". Os salários são depositados aos poucos e em datas diferentes para grupos da redação, que rechaçou repetidamente qualquer tentativa de enfraquecer a mobilização dividindo a categoria.

O SJPDF luta ao lado dos jornalistas do Correio e chama os jornalistas a se solidarizarem com os colegas em mais essa luta pelo direito mais elementar dos trabalhadores - o de receber em dia pelo trabalho realizado.

Receber notícias

O objetivo da data é lembrar a importância de uma comunicação de massa, do jornalismo cidadão, a fim de criar um si… https://t.co/8edM5UtP0g
📲 Saiba mais sobre Antonieta de Barros: https://t.co/yNqSC8hPgM 📷 Foto: G1 / Painel em Florianópolis, inaugurado… https://t.co/g04CwP0AMc

Acesse o Site