PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

A iniciativa foi criada em 1998 e reuniu vários nomes da fotografia brasileira, entre eles Sebastião Salgado, Orlando Brito, Evandro Teixeira e Gevásio Baptista. A última edição do evento, a 33ª, foi realizada em 2002 em comemoração aos 40 anos do Sindicato.

O objetivo da diretoria atual é retomar a proposta original do projeto, que tem o intuito de realizar eventos direcionados para repórteres fotográficos e cinematográficos, bem como para estudantes de jornalismo e amantes da fotografia. 

O retorno da Cozinha Fotográfica está marcado para o dia 15 de outubro e contará com as presenças de Ueslei Marcelino (Reuters) e de Monique Renne (Correio Braziliense). Os fotógrafos irão mostrar seus trabalhos e depois será aberto um debate sobre as fotografias apresentadas e temas correlatos.

Segundo Wanderlei Pozzembom, vice-presidente do SJPDF, esse é um momento de resgate muito importante. “O Sindicato ficou órfão de atividades direcionadas aos repórteres fotográficos e cinematográficos nos últimos dez anos. Acredito agora podemos proporcionar uma estrutura compatível com a qualidade dos profissionais que irão participar das novas Cozinhas”, comenta.

Wanderlei também afirma que a retomada do evento é uma boa oportunidade para reascender discussões sobre os novos rumos da fotografia. Temas como direitos autorais, manipulação da imagem e novas tecnologias farão parte dos assuntos tratados pelas novas edições da Cozinha Fotográfica.

Para Alan Marques, diretor cultural do SJPDF, o Sindicato é "o ponto de convergência dos jornalistas de texto e imagens. Isso vai se consolidar mais profundamente com uma série de ações desenvolvidas por essa diretoria para fazer desse espaço um ponto cultural para a categoria. Um exemplo dessa nova postura é a exposição permanente 50 anos em 50 cliques aberta no aniversário dos 50 anos do SJPDF e agora a retomada da Cozinha fotográfica" 

Dia do Repórter Fotográfico

Surgida nas primeiras décadas do século XIX, a fotografia começou a fazer parte do cenário jornalístico já no meio deste século. No entanto, a ideia de ter a imagem como parte da informação só se tornou popular com a chegada do século XX, com a invenção da máquina fotográfica portátil, a Kodak, que podia ser facilmente carregada por todos os lados. Atualmente, o repórter fotográfico participa desde o levantamento e sugestão de assuntos até a orientação para a diagramação das fotos no jornal, revista ou internet.  No jornalismo contemporâneo, a fotografia é tida como um recurso essencial para transmitir os acontecimentos, tendo um o valor específico por transportar a questão da veracidade para os fatos relatados pelos veículos impressos.

 

Receber notícias

LUTO: Nota de pesar pelo falecimento de Luiz Linhares -> Vítima da Covid-19, Linhares nasceu em 1955 e foi jornalis… https://t.co/SgieBFVHyH
RT @ficaebc: A gente fala Rádio Nacional da Amazônia e imagina que ela só alcança a região norte do país. Mas ela vai além! O Adeilson Silv…

Acesse o Site