PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

A Fenaj, os sindicatos dos Jornalistas do DF, SP e Rio, e o Sindicato dos Radialistas do RJ, participaram de reunião com o secretário executivo do Ministério das Comunicações, Vítor Menezes, na tarde desta terça-feira, dia 08.

As entidades reforçaram a importância da EBC e da necessidade da manutenção da empresa pública, e se colocaram contrários a processos de concessão, privatização ou mesmo a extinção da empresa, possibilidade levantada pela Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), do governo federal. O secretário afirmou que não existe a intenção de extinguir a empresa, e sim que ela tenha uma operação mais eficiente, e que a ideia da inclusão da empresa no PND seria apenas para que o BNDES pudesse contratar a consultoria para definir como aumentar essa eficiência da empresa, como aconteceu nos últimos anos. Deu como exemplo que a EBC tem vários imóveis, e uma das alternativas que os estudos poderiam trazer seria a venda desses imóveis. As entidades alertaram que esse processo de "eficiência" se trata de corte de investimentos na empresa e precarização do trabalho.

O secretário acrescentou que não existe definição, mas que "todas as cartas estão na mesa". Questionado sobre quem tem a palavra final em relação ao futuro da EBC, ele respondeu que a definição virá do Conselho do PPI, formado pela secretaria do PPI, presidente da República, Ministério da Economia e Ministério das Comunicações. Disse ainda que os estudos ainda não foram contratados, portanto não há um cronograma definido sobre quando esses estudos estariam prontos. Se comprometeu a levantar mais informações sobre o processo com o PPI, e encaminhar às entidades sindicais.

Federação Nacional dos Jornalistas
Sindicatos dos Jornalistas do DF, SP e Rio de Janeiro
Sindicatos dos Radialistas do DF, SP e RJ

Receber notícias

A PEC 32 não é só uma 'granada no bolso do servidor', é uma bomba atômica contra o Brasil #PEC32ContraoBrasil https://t.co/SkS7G4nh7H
5hreplyretweetfavorite
A reforma Administrativa não reduz a despesa pública, não diminui impostos nem taxas públicas, ela apenas facilita… https://t.co/LIu5hmCcNw
5hreplyretweetfavorite

Acesse o Site