PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

O Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, considerado uma das mais significativas distinções jornalísticas do país, anunciou seus homenageados de 2022.

A Comissão Organizadora do 44° Prêmio vai conceder o "Prêmio Especial Vladimir Herzog de Contribuição ao Jornalismo" aos trabalhadores da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) "pela resistência na defesa da comunicação pública".

A premiação reconhece a resistência dos trabalhadores da EBC contra o aparelhamento, a censura e atos de perseguição promovidos pela atual gestão da empresa, que viola sistematicamente a Lei de criação da EBC. O prêmio também valoriza a atuação de trabalhadores e entidades representativas para que a empresa não deixasse de cumprir sua missão legal de fazer uma comunicação diversa e democrática, voltada à população.

As fundadoras do site Amazônia Real, Kátia Brasil e Elaíze Farias, e o médico Dráuzio Varella, receberão o Prêmio Especial Vladimir Herzog 2022. O repórter britânico Dom Phillips, assassinado em junho, será homenageado in memoriam.

Na 44ª edição, 528 produções jornalísticas concorrem ao Prêmio em sete categorias: Artes (ilustrações, charges, cartuns, caricaturas e quadrinhos), Fotografia, Texto, Vídeo, Áudio, Multimídia e Livro-reportagem.

Os trabalhos inscritos estão em fase de avaliação pelo Júri de Seleção e a definição dos vencedores será feita por representantes das entidades que compõem a Comissão Organizadora. A sessão pública e trasmitida ao vivo será no dia 13.out.2022.

Receber notícias

📲 Ninguém vai nos calar. Seguiremos em luta em defesa do livre exercício do jornalismo, da liberdade de imprensa e da Democracia.
...cujas ações devem e podem estar sempre sujeitas ao escrutínio da imprensa e da sociedade. A censura imposta às… https://t.co/uwtFDBH2ZG

Acesse o Site