Em Destaque
Publicado em Sexta, 15 Dezembro 2017 18:48
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

As tentativas do governo ilegítimo de Michel Temer de colocar em votação a Reforma da Previdência (PEC 287/2016), ainda este ano, fracassaram. Sem os votos necessários da sua própria base aliada para aprovar a PEC em dois turnos, o governo fecha 2017 enfraquecido graças a pressão exercida pelos trabalhadores, tanto dos servidores públicos quanto dos trabalhadores do setor privado.

Mesmo com esforço concentrado de Temer e seus aliados no Congresso, o líder do governo no Senado Romero Jucá (PMDB-RR), já tinha admitido na quarta-feira (13) que o Planalto não conseguiria os 308 votos necessários.

A principal medida de reajuste fiscal do governo não tem apoio de parlamentares por causa do alto índice de rejeição à proposta por parte da sociedade e por se tratar de ano que antecede as eleições.

A intensa atuação dos trabalhadores e das entidades sindicais foi decisiva para o adiamento. Durante todo o ano de 2017, os trabalhadores e dos sindicatos agiram de forma proativa com as realizações de duas grandes greves gerais e do movimento Ocupa Brasília. Inúmeros protestos no Congresso Nacional, bem como articulações junto aos deputados, inclusive nos aeroportos, também fizeram parte das ações efetuadas.  

O Sindicato dos Jornalistas do DF, juntamente com outras entidades sindicais, atuou para mostrar à sociedade e, em especial aos jornalistas, a intenção fraudulenta do governo com a aprovação da matéria, que muda para pior todos os benefícios atuais garantidos aos trabalhadores.

A justificativa do déficit da Previdência apresentado pelo Executivo para conquistar o apoio da população foi derrubada durante o ano por meio de uma série de dados apresentados por instituições e especialistas renomados que comprovam que o Planalto tem utilizado dados falsos para tentar ganhar popularidade para aprovar a PEC.

“A diretoria do SJPDF entende que o governo sofreu uma derrota nesse primeiro momento. No entanto, reafirma a sua tarefa de continuar na luta contra mais esse ataque aos trabalhadores, o maior de todas as propostas colocadas pelo governo de Michel Temer”, afirma Leonor Costa, diretora do SJPDF. 

Sindicato lança NR Online com principais ações de 2017. Esse balanço anual visa ressaltar que as atividades são res… https://t.co/aoasRlLz4M
PDV da EBC: desmonte da comunicação pública, insegurança aos trabalhadores. https://t.co/uE50OQrcaA https://t.co/gwyoLe1s5u

Receber notícias

Acesse o Site