bannertopsindicalizacao

Em Destaque
Publicado em Quarta, 03 Julho 2019 19:06
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

Após realização de uma plenária na última terça-feira (2/7) para dialogar com os jornalistas sobre a proposta da Empresa Brasil de Comunicação para um novo Plano de Carreiras e Remunerações (PCR), o Sindicato dos Jornalistas do DF publica uma análise sobre a proposta e a necessidade de mudanças para valorizar os trabalhadores da empresa pública.

Infelizmente, o grupo responsável pelo novo plano não agendou uma reunião para discutir os problemas encontrados pelos jornalistas na proposta de novo PCR. Mesmo após muita insistência do Sindicato e do compromisso assumido pelo diretor-presidente da EBC, não foi possível que a direção da empresa ouvisse as demandas da categoria. Inclusive, nesta quarta-feira (3), o Sindicato foi surpreendido com informação de que seria o último dia que o RH receberia contribuições já que uma reunião da Diretoria marcada para o dia 5/7 irá debater o tema.

A proposta apresentada em 2019 pela EBC não apresenta avanços ao plano vigente. Um novo PCR deve buscar uma valorização das carreiras da EBC, garantido um horizonte de progressão e uma valorização dos trbalhadores. Não há avanços sem garantir uma melhor remuneração dos trabalhadores, como as mudanças das tabelas salariais e a diminuição do número de referências. Precisamos garantir instrumentos de atração e fixação das carreiras, como funções técnicas e gratificações de funções, que permitam valorizar atividades de maior responsabilidade e a dedicação dos trabalhadores para uma maior capacitação.

O novo plano tem de deixar claro o processo avaliativo que levará as progressões, bem como garantir também a alternância entre mérito e antiguidade, principalmente em um cenário de limitação legal de gastos de recursos para progressões. Ainda é preciso cuidado nas alterações dos descritivos dos cargos, para preservar a legalidade das regulamentações das profissões e assim evitar acúmulos e desvios de funções, que produz um passivo milionário ao orçamento da EBC. Defendemos ainda que para dar efetividade ao plano de carreiras é preciso criar mecanismos de implementação com participação dos representantes dos trabalhadores.

Confira a avaliação realizada pelo SJPDF: Avaliacao_PCR_2019_v2.pdf

O @SJPDF repudia os ataques de Sérgio Moro à liberdade de expressão e de imprensa. Polícia Federal pediu ao Coaf um… https://t.co/vlACfN326n
A direção da emissora informou que irá fechar as portas no dia 30/6. Os Sindicatos notificaram a empresa solicitand… https://t.co/Gasu9TGFcj

Receber notícias

Acesse o Site