Notícias
Publicado em Terça, 16 Junho 2020 18:12
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal solicitou nesta terça-feira (16/06) total transparência e informações por parte da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) sobre empregados que teriam testado positivo para Covid-19 em Brasília. Tivemos a informação de que entre eles estariam um repórter cinematográfico e uma repórter. Perguntamos à empresa sobre qual assistência estaria sendo prestada pela empresa para esses profissionais e as providências tomadas para a testagem, monitoramento e home office para os demais empregados que estiveram no mesmo local de trabalho, independente da necessária higienização.

Ressaltamos a importância da EBC manter todos os casos confirmados e suspeitos afastados da sede até que seja possível atestar o diagnóstico negativo. Voltamos a solicitar também que a empresa inclua no grupo de risco as mulheres lactantes, tendo em vista recomendação do próprio Ministério da Saúde.

Lembramos ainda da urgência de manter o máximo de empregados em teletrabalho, bem como reavaliar e reduzir as jornadas, sem redução de salarial, dos empregados e empregadas que estão sem suporte (creches ou escolas) para garantir os cuidados com a família, notadamente crianças e idosos em situação de dependência. Infelizmente, a pandemia da Covid-19 parece estar longe do final e, apesar da comunicação ser atividade essencial, a EBC precisa assegurar condições seguras de trabalho para seus trabalhadores.

Diretoria - SJPDF

Mais uma chance, jornalista! Nossa pesquisa para mapear a saúde no DF repercutiu bem, mas precisamos de mais respos… https://t.co/jTSRJCAP29
Queremos que a Comissão Interamericana de Direitos Humanos e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos… https://t.co/rOuy7dqrAZ

Receber notícias

Acesse o Site