Em Destaque
Publicado em Sexta, 11 Novembro 2022 20:22
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

Dois repórteres do Correio Braziliense foram ameaçados na sexta-feira (11) quando cobriam manifestações golpistas diante do Quartel-General do Exército.

A dupla, deslocada para acompanhar a partida de caminhões que acompanhavam a movimentação destinada a contestar a vitória de Lula na eleição presidencial encerrada no último dia 30, foi cercada por bolsonaristas que se concentram diante da, sede do comando do Exército - no mesmo dia em que os comandantes das três Forças Armadas difundiam nota conjunta na qual condenam os "eventuais abusos" de manifestantes. 

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal repudia nos termos mais veementes mais essa agressão ao exercício da nossa profissão. Sintomaticamente, ela parte dos setores políticos que após quatro anos hostilizando nosso trabalho impunemente, agora se dedicam a tentar invalidar a vontade expressa nas urnas pela maioria dos brasileiros.

O SJPDF reitera a cobrança às autoridades, em todos os níveis, para que identifiquem e punam os responsáveis por mais essa agressão à imprensa e garantam a liberdade de informação da sociedade, pilar da democracia. E coloca à disposição dos colegas a assessoria jurídica para as providências cabíveis.

Receber notícias

Desde sua dispensa, a entidade tem atuado em todas as frentes legais para que Klaus seja punido pelos crimes cometi… https://t.co/5kny7XLaEP
O SJPDF esclarece que dispensou os serviços do advogado em razão de práticas incompatíveis com a dignidade da profi… https://t.co/C67XEXM4FM

Acesse o Site