assembleia unificiada

Notícias
Publicado em Quinta, 17 Janeiro 2013 17:35
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

 

 

10523A diretoria do Sindicato dos Jornalistas do DF aproveita o fim de dezembro para fazer um rápido balanço do ano e projetar alguns desafios para 2013.

Em 2012, o SJPDF completou 50 anos. Neste momento importante da sua história, a entidade deu dois passos importantes. Em primeiro lugar, inaugurou sua sede nova. O local é o mesmo, mas um prédio novo foi construído com muito mais estrutura. Em segundo lugar, foi dado início concreto à parceria para revitalização do Clube da Imprensa, que acumulava dívidas acima de R$ 700 mi reais e déficit negativo na casa dos R$ 30 mil.
Mas, mais importante, foi um ano de intensas lutas pelos direitos dos jornalistas. Depois de duras negociações e grande mobilização dos jornalistas, a data-base das redações comerciais foi concluída com o primeiro aumento real em dez anos, além de ganhos no Programa de Participação nos Lucros e Resultados (PLR). Foi finalizado o processo de regularização da redação do Jornal de Brasília, que há muitos anos era conhecido pelas contratações precárias por meio de pessoas jurídicas e de uma associação. Já no Jornal da Comunidade, segue a luta para combater os atrasos no pagamento dos salários.
Na Empresa Brasil de Comunicação, mesmo com as restrições impostas pelo governo federal e pela direção, o SJPDF teve papel importante em duas lutas centrais do ano. A primeira pela revisão do Plano de Empregos, Carreiras e Salários (PECS), que depois de um forte impasse judicial já teve início com a garantia de participação dos trabalhadores. A segunda por avanços no Acordo Coletivo. Embora o resultado não tenha sido o que esperávamos em razão da intransigência do governo fedreeal, foi uma bela campanha que terminou com 12% de reajuste no tíquete-alimentação e ampliação substancial da ocupação dos cargos de chefia por empregados do quadro.
Para os assessores de imprensa, foi criado um coletivo esecífico que lançou a campanha "Blitz nas assessorias". Diretores do SJPDF e colegas que atuam nestes locais de trabalho visitaram assessorias e começaram a promover um censo voltado aos jornalistas do governo federal. O levantamento vai mostrar a realidade de quem trabalha nos órgãos da administração direta e indireta e vai subsidiar as lutas do Sindicato. A diretoria também manteve a busca pelo fechamento de um acordo coletivo específico para quem atua nas agências e empresas de assessoria de comunicação.
A diretoria do SJPDF também contribuiu para uma conquista importante da categoria em todo o país: a aprovação, no Senado Federal, da Proposta de Emenda à Constituição que restabelece a obrigatoriedade do diploma para o exercício do jornalismo. Agora a batalha é garantir que a PEC também receba o apoio dos deputados. Ainda no Congresso, diretores do Sindicato levantaram a bola da aprovação do projeto de lei que garante aposentadoria especial para repórteres fotográficos e cinematográficos. Também para os jornalistas de imagem, 2012 foi o ano de retomada de um importantíssimo projeto do SJPDF: a cozinha fotográfica. Foram duas edições reunindo os profissionais da área para trocar experiências e debater a atividade.
2013

No ano que vem, o desafio é ir além. O SJPDF vai lançar um novo site e um novo sistema de filiados para acabar com problemas nas cobranças e facilitar a vida dos associados. Com isso, será realizada mais uma campanha de sindicalização para buscar aproximar a categoria da entidade.
Esta nova estrutura estará a serviço da categoria e das lutas como as negociações salariais das redações comerciais e da EBC. Na primeira, vamos mais uma vez buscar o ganho real, a inclusão do auxílio-alimentação na Convenção e a correção das distorções no pagamento e compensação das horas-extras. Outra iniciativa será cobrar de outras redações para que adotem a Convenção Coletiva e assegurem aos jornalistas os direitos de quem já está nas redações.
Nas assessorias, o coletivo do SJPDF vai concluir o Censo e desenvolver ações a partir das demandas dos colegas que estão nos órgãos do governo federal. Outra iniciativa será o estabelecimento de um acordo coletivo informal com centrais sindicais de modo a estender a estes colegas os direitos já consagrados em convenções coletivas.
Na EBC, este será o ano de rever o Plano de Empregos, Carreiras e Salarios, corrigindo suas diversas distorções e valorizando os trabalhadores da empresa. E, na negociação do próximo Acordo Coletivo, pressionar o governo para conquistar de fato o ganho real.
Por fim, a expectativa da diretoria do Sindicato é continuar cada vez mais próximos da categoria e representá-la de fato, atendendo às demandas do dia-a-dia e contribuindo para resolver os problemas concretos dos colegas. 

 

Diretoria do SJPDF

Receber notícias

Nossa solidariedade e total apoio à jornalista @tetecruz pelas perseguições que vem sofrendo. Perfis de extrema-dir… https://t.co/c3CfvVGBWC
A venda da @CEBDistribuicao tem data marcada já: 4/12. A conta aumentou em Goiás. Apagões podem acontecer, como no… https://t.co/nwRzIgAVui

Acesse o Site