campanha sindicalizacao 2021

PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

Publicada pelo Portal Imprensa

A PEC (Press Emblem Campaign), ONG que cuida da proteção de jornalistas e que tem sede na Suíça, colocou o Brasil na quarta posição entre os países com maior número de jornalistas mortos em 2012, informou o Yahoo.

O ano de 2012 registrou 141 mortes de profissionais de imprensa e o Brasil aparece empatado na quarta posição junto com o México, com 11 mortes. No topo da lista está a Síria, com 37 mortos, seguida da Somália, com 19 mortes, e do Paquistão, onde 12 jornalistas perderam a vida.

O número total corresponde ao aumento de 31% em relação a 2011, ano em que 106 jornalistas faleceram devido ao exercício da profissão, indicou a associação. Desde janeiro de 2008, o número de mortes de jornalistas chegou a 571, o que corresponde a dois jornalistas mortos por semana.

Receber notícias

A adesão à GREVE na EBC só aumenta! Siga o perfil @ficaebc e compartilhe os conteúdos. A EBC, com funcionários valo… https://t.co/v3PKlIf80k
📲 Que tal levar essa linda camiseta de luta? 🎙️ Nossa Campanha de Sindicalização e Regularização 2021 segue no ar… https://t.co/l7JkzzbQBM

Acesse o Site