Notícias
Publicado em Quinta, 10 Janeiro 2013 12:28
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

O SJPDF ganhou mais uma ação impetrada pela entidade na justiça do trabalho. Desta vez a vitória foi contra a Agência LX Comunicação, empresa que mantinha contrato com repórteres fotográficos que prestavam serviços para o Superior Tribunal da Justiça (STJ). Os profissionais não receberam os dois últimos salários e nem as verbas rescisórias do contrato.

O Sindicato entrou com uma ação cautelar para bloquear as faturas no STJ que ainda estão pendentes para a LX Comunicação. Recentemente, o Sindicato também recebeu denuncia de que a mesma agência agiu de forma bem parecida com profissionais que prestavam serviço para a Câmara dos Deputados. O SJPDF cobrou e aguarda a solução para o segundo caso.

“O governo deve ficar atento e suspender o contrato de prestação e serviços com empresas como a LX Comunicação que não gerencia de modo legal o contrato que ela venceu por meio de licitação”, afirma Wanderlei Pozzebom, vice- presidente do SJPDF.

 

Data de Publicação Original SJPDF: 12-10-8  - ID: 607

Receber notícias

A PEC 32 não é só uma 'granada no bolso do servidor', é uma bomba atômica contra o Brasil #PEC32ContraoBrasil https://t.co/SkS7G4nh7H
6hreplyretweetfavorite
A reforma Administrativa não reduz a despesa pública, não diminui impostos nem taxas públicas, ela apenas facilita… https://t.co/LIu5hmCcNw
6hreplyretweetfavorite

Acesse o Site