Notícias
Publicado em Quarta, 06 Fevereiro 2013 15:43
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT
"A recente onda de detenções de jornalistas, simplesmente por realizar suas atividades profissionais, é uma violação flagrante da Lei Internacional sobre Direitos Humanos", afirmou a organização em comunicado.
Na semana passada, o governo iraniano confirmou ter detido um número indeterminado de jornalistas locais por motivos "relacionados com a segurança". Os repórteres presos trabalhavam para meios da oposição.
"É muito lamentável que as detenções maciças sejam usadas como forma de represália contra o exercício da liberdade de expressão. Os jornalistas devem ser capazes de falar e escrever sem medo de serem perseguidos, detidos ou intimidados", dizia a nota.
"Estas detenções acontecem no marco das eleições de junho de 2013, e o Governo quer reforçar a censura e reduzir a mínima expressão a liberdade de opinião e de expressão em um momento essencial para o desenvolvimento político no Irã", acrescenta.

Receber notícias

Acesse o Site