PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

 

A Comissão Nacional da Verdade dos Jornalistas redefiniu o prazo para a conclusão de seus levantamentos, de acordo com deliberação tomada na reunião realizada na última semana. O prazo para a conclusão e a remessa de relatórios à sede da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), em Brasília, ficou para o dia 1º de agosto.

Ademais, até 28 de março, a comissão deve indicar três representantes para o Grupo de Integração do Protocolo de Cooperação com a Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, organizada pelo governo federal. A equipe se reúne novamente no dia 15 de abril.


A comissão dos jornalistas orientou grupos locais a procurarem casos de veículos de comunicação fechados entre 1964 e 1985, período em que o Brasil esteve sob o regime da ditadura militar. A coleta de depoimentos ou entrevistas deve ser feita com, pelos menos, dois integrantes de cada região.

Além de produzir novas orientações para as comissões estaduais e locais, a comissão dos jornalistas prepara ações para viabilizar os protocolos de cooperação assinados com a Comissão Nacional da Verdade e com a Comissão de Anistia do Ministério da Justiça.

Redação Comunique-se

Receber notícias

🚨Um levantamento feito pela @RSF_pt e pelo @ITSriodejaneiro registrou meio milhão de tweets com hashtags de descred… https://t.co/x9wVh3EJSA
Sindicato dos Jornalistas do DF cobra reunião com GDF e SSP/DF sobre agressões a jornalistas em manifestações -> Ta… https://t.co/NPkbaaWqf2

Acesse o Site