PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

No momento em que passamos o mais crítico da pandemia da Covid-19 (é o que esperamos), o Sindicato dos Jornalistas do DF (SJPDF) alerta a categoria sobre a importância de se precaver e evitar a contaminação. Levantamento da Fenaj mostra que 169 jornalistas já morreram pela doença no país, um recorde mundial.

Com os governos Federal e Distrital descumprindo as medidas básicas de isolamento, colocando em risco e não garantindo medidas de sobrevivência da população, é preciso que todos assumam suas responsabilidades no combate ao novo coronavírus. Inclusive o SJPDF pediu, junto com o Sindicato dos Radialistas, prioridade na vacinação contra a Covid-19 para as duas categorias: jornalistas e radialistas.

O SJPDF reforça que já notificou, por diversas vezes, as empresas para que priorizem o teletrabalho, fornecendo condições para tal, e que garantam que o trabalho externo e presencial seja somente aquele que é fundamental para o bom jornalismo. Nesse último caso, que as empresas forneçam máscaras modelo PFF2-N95, promovam a higienização frequente das redações e estúdios, além da testagem em massa da categoria.

Além disso, é fundamental que as e os jornalistas, principalmente repórteres, repórteres fotográficos e cinematográficos, tenham a iniciativa de evitar aglomerações e exposição desnecessária e não sejam repreendidos por suas chefias ao fazê-lo. É preciso voltar para etapa mais restritiva inclusive do fazer jornalístico.

O SJPDF apresenta sugestões de mudança na rotina, que garantam a proteção dos trabalhadores e das trabalhadoras do jornalismo e de suas fontes neste momento:

- As funções de edição, produção, diagramação, assessoria e atendimento devem ser realizadas, exclusivamente, em teletrabalho;

- As atividades de reportagem devem, preferencialmente, também serem feitas à distância, retomando os diversos instrumentos já utilizados no começo da pandemia, com entrevistas utilizando aplicativos e telefone. Inclusive vários veículos estão fazendo ancoragem dos noticiosos à distância;

- Só deve estar presente nas redações o pessoal estritamente necessário para colocar os noticiários/diários no ar, garantindo um amplo distanciamento e, se possível, um rodízio;

- Jornalistas dos grupos de risco devem realizar as tarefas somente em teletrabalho;

- Qualquer tipo de entrevista ou coletiva deve ser realizada à distância, cobrando e denunciando os agentes ou órgãos que desprezarem esse entendimento;

- Caso seja realmente necessário, garantir que entrevistas ocorram ao ar livre, com distanciamento mínimo de 2 metros entre profissionais e entrevistados;

- Higienização todos equipamentos utilizados com máxima frequência, como câmeras, microfones, gravadores. Utilizar máscara o período integral;

- Evitar qualquer tipo de quebra-queixo, mas caso seja urgente e necessário, os profissionais devem se auto-organizar de forma consciente, evitando tumultos e disputa por qualquer declaração;

- Repórteres cinematográficos e fotográficos também devem ter consciência de seu papel, garantindo distanciamento. O momento é de obter os registros fundamentais de forma segura;

- As empresas devem respeitar, colocar em prática e reforçar as orientações acima, diminuindo ao máximo o número de profissionais em trabalho presencial, além de orientar as chefias para que também o façam.

- As empresas devem fornecer equipamentos de proteção individual, como máscaras PPF2-N95, álcool em gel em quantidade suficiente e garantir a limpeza constante dos espaços de trabalho compartilhados.

Solicitamos que todos e todas profissionais colaborem no sentido de fiscalizar e denunciar ao sindicato caso as medidas não sejam seguidas ou se sintam em situação de exposição e risco de contaminação.

Seguiremos cobrando do Governo do Distrito Federal a inclusão da categoria no grupo de atividades essenciais no Plano de Vacinação, das empresas a proteção das e dos trabalhadores e cumprimento das medidas sanitárias e de distanciamento e lutando pela vacinação de toda a população e atuação efetiva dos governos Federal e Distrital no combate à pandemia.

Receber notícias

RT @ficaebc: 📺📱📻 O deputado @enioverri, que também está conosco nesta luta, reforça a importância de uma empresa PÚBLICA de comunicação par…
22hreplyretweetfavorite
GDF volta a recusar vacina para jornalistas e radialistas -> Pela segunda vez no intervalo de seis meses o @Gov_DF,… https://t.co/xffhQ1L6la

Acesse o Site