Notícias
Publicado em Sexta, 29 Junho 2018 18:55
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

Em audiência convocada pelo Ministério Público do Trabalho para discutir a Gratificação de Atividade de Comunicação (GDAC) da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), nesta quinta-feira (28), o Sindicato dos Jornalistas do DF e o Sindicato dos Radialistas do DF estiveram presentes para apresentar a discussão ocorrida em Brasília na plenária dos trabalhadores: insistir em um grupo de trabalho com a empresa para formatar uma regulamentação justa para a gratificação.

Mas infelizmente a direção da EBC esteve ausente da audiência, tendo enviado apenas os advogados da empresa pública (confira a ata da audiência). Frente à incapacidade de decisão dos advogados, a procuradora Marici Coelho de Barros Pereira encerrou a audiência dando o prazo de cinco dias para a EBC se manifestar sobre o TAC proposta pela procuradora em abril deste ano (Confira a recomendação do MPT) .

A procuradora mostrou descontentamento com ausência de Alexandre Parola, já que o mesmo havia sido intimado pessoalmente. Ela afirmou ter recebido Parola em seu gabinete em maio, quando o presidente da EBC apresentou uma nova proposta para o GDAC (confira a proposta da EBC). A procuradora afirmou que a proposta não pode ser atendida por uma série de ilegalidades e critérios discriminatórios.

Os sindicatos reforçaram o desejo de buscar uma alternativa, mesmo que a empresa negando o diálogo, mas a própria procuradora constatou a intransigência da empresa em buscar uma solução. Para as entidades, a proposta que a EBC apresentou possui apenas requisitos e não critérios para concessão da gratificação, que continuariam totalmente discricionário.

Os representantes dos sindicatos também foram surpreendidos quando a procuradora afirmou que a EBC buscou intervir no procedimento de investigação do MPT ao procurar o Procurador Geral do Trabalho, gerando um amplo constrangimento para o Ministério Público. Isso mostra que a EBC continua a rejeitar vias de diálogo para a resolução de problemas na empresa.

Realizado em parceria com a jornalista Polianna Franco, editora do jornal Ceilândia em Foco, evento é destinado a j… https://t.co/vbrLDDSBdR
Marielle Franco, assassinada há exatos 8 meses, sabia exatamente da importância da comunicação pública para o país.… https://t.co/tubeQQZgaG

Receber notícias

Acesse o Site