banner eleicoes

Notícias
Publicado em Sábado, 11 Agosto 2018 12:45
PLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMITPLG_ITPSOCIALBUTTONS_SUBMIT

Este ano, pela primeira vez em um processo de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho, a direção da EBC proibiu seus trabalhadores de utilizarem os espaços de convivência – que possuem videoconferência – para discutir a pauta. Essa negativa, não por acaso, impede a realização das nossas assembleias no formato tradicional: todas as praças, em tempo real, debatendo e formulando as propostas juntas. Temos o desafio, portanto, de manter a participação ampla dos empregados para definir a pauta do Acordo Coletivo que queremos para 2018/2019, sem acabar com as etapas de discussão e de tentativa de se chegar ao consenso diante das diferentes propostas que surgem no caminho.

VEJA AQUI A PROPOSTA DE PAUTA APRESENTADA PELAS ENTIDADES

Para isso, as entidades representativas dos trabalhadores criaram uma metodologia baseada no envio de propostas e suas defesas/justificativas por escrito. Vamos continuar a fazer as assembleias ao mesmo tempo em todas as praças da EBC, mas não teremos os debates em tempo real. As assembleias vão ser exclusivamente de votação. Cada praça realiza sua contagem; as entidades somam tudo e divulgam de forma imediata.

É muito importante que todo mundo tenha conhecimento e respeite os prazos para envio e modificação de propostas, porque não vai ser possível incluir ideias durante as assembleias de votação. Abrir exceções significa prejudicar a transparência e uniformidade da análise da pauta por todas as praças.

As propostas devem ser enviadas exclusivamente para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., contendo o texto na forma de cláusula (veja o ACT para entender a forma da redação) e justificativa com no máximo 1.000 caracteres (contando espaços). Não poderemos incluir sugestões publicadas no Whatsapp, Sou + a EBC ou qualquer outro meio, inclusive as entregues pessoalmente a qualquer representante dos trabalhadores. Essa regra garante que não esqueçamos alguma proposta, que as entidades consigam sistematizar tudo o que receberem e também que exista o registro oficial de todas as propostas, presando pela transparência e lisura do processo.

Veja abaixo como funcionará o método:

10 de agosto – 1ª sessão da assembleia: as entidades apresentaram a nova metodologia e a pré-pauta elaborada pelas entidades. Ambas estarão disponíveis no site de cada entidade. A partir desta data, foi aberto o período para que os trabalhadores possam apresentar emendas.

10 a 16 de agosto –Envio de emendas exclusivamente pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., contendo o texto e uma curta justificativa (até 1.000 caracteres, contando espaços). As emendas devem ser identificadas como uma das três alternativas: 1) Adição - novas propostas; 2) Alteração - ajustes às propostas feitas pelas entidades; 3) Supressão - supressões de redações apresentadas pelas entidades. A emenda deve ser escrita da forma como deve entrar na pauta, no formato de cláusula (uma dica é abrir o acordo coletivo vigente para saber qual é o formato e a linguagem adequada. Ele está disponível na intranet). No caso de alteração, a emenda deve trazer o trecho a ser alterado e a nova redação. Caso alguma das propostas apresentadas pelas entidades não receba emenda de supressão, será considerada aprovada na sessão da assembleia do dia 23. O autor deve colocar nome completo, matrícula, praça e área.

16 de agosto – Primeira publicação das emendas apresentadas até então. As propostas recebidas ficarão disponíveis nos sites das entidades para os trabalhadores de todas as praças, para que os colegas possam conversar sobre possibilidade de alterações nas emendas, buscar apoio para suas ideias ou mesmo entrar em consenso com outros propositores para formular uma emenda nova que contemple todo mundo. Também enviaremos as emendas por lista de transmissão no Whatsapp. Os interessados em fazer parte da lista podem entrar em contato pelo (61) 98130-0407.

16 a 19 de agosto - Possibilidade de ajustes e alterações. Nesses dias, os autores das emendas (inclusas as entidades de representação dos trabalhadores) poderão alterá-las, fundi-las e fazer qualquer outro ajuste a partir do debate com os trabalhadores. As mudanças dependerão da anuência dos autores. A nova redação deverá ser encaminhada exclusivamente pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., junto com nova justificativa.

20 de agosto – 2ª e última publicação das emendas. Todas as propostas apresentadas, inclusive aquelas que passarem por alteração, serão novamente comunicadas aos trabalhadores. São estas propostas que irão à votação. As emendas ficarão disponíveis nos sites das entidades, serão publicadas no Sou + EBC e serão enviadas via lista de transmissão no Whatsapp.

Dia 23 de agosto – 2ª sessão da assembleia. As propostas sem emendas serão consideradas aprovadas. As emendas serão votadas, uma a uma, em cada praça. A mesa de cada assembleia fará a leitura da justificativa apresentada pelo autor da emenda, abrindo fala de defesa a favor e contra. Ao final, serão somados os votos das três praças para averiguar o que foi aprovado. Não será permitido apresentar ou alterar propostas.

Dia 24 de agosto – 3ª sessão da assembleia. Serão votadas as emendas restantes e concluída a aprovação da pauta. Qualquer caso omissão será avaliado e encaminhado pelas entidades.

O @SJPDF repudia os ataques de Sérgio Moro à liberdade de expressão e de imprensa. Polícia Federal pediu ao Coaf um… https://t.co/vlACfN326n
A direção da emissora informou que irá fechar as portas no dia 30/6. Os Sindicatos notificaram a empresa solicitand… https://t.co/Gasu9TGFcj

Receber notícias

Acesse o Site